Champanhe pode ajudar na prevenção do Alzheimer

Brindar com Champanhe vai ficar ainda mais gostoso depois desta descoberta.

De acordo com o estudo realizado no Reino Unido, escreve o Sapo, três copos de Champanhe são o suficiente para influenciar positivamente a nossa memória espacial e ajudar na prevenção de várias doenças neurológicas, como é o caso da demência e do Alzheimer.

 

 

Os investigadores atribuem este feito às uvas utilizadas na produção do Champanhe, como é o caso das castas pinot noir e pinot meunier.

A experiência, feita em animais, consistiu no seguinte: durante seis semanas os ratos ingeriram doses moderadas de Champanhe. Em seguida, a sua memória foi posta à prova com o seguinte teste: os animais foram colocados num labirinto e obrigados a descobrir vários doces pelo caminho. O mesmo teste, repetido de cinco em cinco minutos, tinha como objetivo verificar de que forma é que o Champanhe afetava a sua memória.

Terminado o teste, os investigadores da Universidade de Reading concluíram que os animais tinham mais facilidade em recordar o caminho percorrido após a ingestão da bebida.

“Após os ratos ingerirem Champanhe regularmente, houve um aumento de 200% nas proteínas importantes para a memória efetiva”, afirmou, em entrevista ao jornal britânico ‘Daily Mail’, Jeremy Spencer, um dos responsáveis pela investigação. “Essa pesquisa é relevante porque ilustra pela primeira vez que o consumo moderado de Champanhe tem o potencial de influenciar o funcionamento cognitivo”, complementou o professor.

 

Mas vale salientar que o Champanhe, ou champanha (em francês champagne), é um vinho branco espumante, produzido na região de Champagne, nordeste da França, através da fermentação da uva (uma espécie ou várias). Nada de achar que sidra serve…

 

Você conhece as Cervejas Champanoise >>> CLIQUE AQUI !!!

 

Produção do Champanhe

O Champanhe é produzido na região administrativa de Champagne-Ardenne, cuja capital é Épernay. Foi próximo a Épernay, no povoado de Hautvillers, que os monges Dom Pérignon e Dom Ruinart se esforçaram muito para domar os vinhos que fermentavam novamente nas garrafas, fazendo-as explodir.

Esta antiga província histórica produz igualmente os vinhos chamados “tranquilos” (não-espumantes) que levam denominações diferentes como tintos, brancos ou rosados e são produzidos nas cidades de Bouzy, Virtudes, Damery.

No entanto, a região de Champagne produz, em grande maioria, vinhos espumantes (brancos ou rosados) chamados simplesmente de Champanhe, sem mais especificações. Eles são produzidos obrigatoriamente à base apenas das uvas chardonnay, pinot noir e pinot meunier.

 

Aprenda o ritual correto para beber TEQUILA >>> CLIQUE AQUI !!!

 


Coloque aqui o seu e-mail e seja um dos primeiro a receber nossas publicações e promoções:


Fontes:

Atlas da Saúde

Deloox

Wikipedia

G1

O que achou do post?

Inscreva-se e não perca nenhum post!

Coloque aqui o seu e-mail e seja um dos primeiro a receber nossas publicações e promoções.

Parabéns, agora falta mais uma etapa, confirme seu e-mail clicando no link que enviamos para você agora!



Avatar for Thiago Marques

Engenheiro de Produção, consultor de Projetos e Processos, músico do choro e do samba no grupo Bença Vó e a frente da ONG PORQUENAORIO. No mais, é apaixonado por cultura, principalmente em Cultura Cervejeira. É um agregador de boas pessoas; um boêmio por natureza.


Os Boêmios 2016. Degustação complexa do modo simples.

Pin It on Pinterest

Share This