Corona Extra – do México para sua mão, com limão!

A Corona passou a integrar o portfólio global da AB InBev, controladora da Ambev, após a companhia comprar o controle do grupo mexicano Modelo, num negócio anunciado em 2012. Com isso, foi então posicionada como “super premium” e marca presença na curiosidade dos boêmios mais atentos.

Por que a Corona apareceu?

Vale atentar que, em 2013, as marcas premium da Ambev responderam por cerca de 7% do volume de cerveja da empresa no Brasil, com avanço em marcas como Original, Budweiser e Stella Artois, incluídas pela empresa nesta categoria.

Em resumo, a participação das cervejas mais caras da Ambev cresceu na contramão dos números totais da empresa: o volume de cerveja vendido pela companhia recuou 4,3% no Brasil em 2013, afetado por fatores como inflação e clima desfavorável. Isto é business my friend!

Saiba tudo sobre a STELLA ARTOIS – A queridinha das mulheres >>> CLIQUE AQUI !!!

 

Quem é a Corona?

Corona Extra é a cerveja mais vendida e a marca mais exportada do México, fundada em 1925 e foi a segunda cerveja a ser produzida pelo Grupo Modelo. No ano seguinte a cerveja começou a ser envasada em garrafa transparente (250 ml). Durante anos a marca ganhou grande popularidade no mercado nacional mexicano com ações de marketing agressivas. Uma década após seu lançamento a CORONA já era considerada a melhor cerveja do país e a mais vendida. No verão de 1940, a marca foi relançada no mercado como CORONA EXTRA, tendo como novidade o rótulo impresso diretamente no vidro da garrafa.

A Corona tem características pouco encontradas em outras bebidas desse tipo. Por exemplo, o ritual do limão, que você bota na boca da garrafa. Ela tem também um rótulo cerâmico e garrafa transparente, que a maioria não tem.

Cerveja com limão. Para os adoradores do líquido sagrado soa como uma heresia, mas para jovens do mundo inteiro isto significa CORONA.

É comum na Europa, Canadá e Estados Unidos servir CORONA com um pedaço de limão no gargalo. No mercado mexicano é menos comum, a não ser nas áreas de grande concentração turística. A razão para a utilização do limão pode ser explicada devido a cor da garrafa (transparente) que ao ser exposta a luz faz com que a cerveja fique com um sabor “meio estranho”, utilizando assim o limão para mascarar o gosto ruim da cerveja. Este enorme problema acabou tornando-se um dos fatores de maior sucesso da marca, extremamente consumida e associada ao clima tropical, paisagens paradisíacas, praias, férias e festas badaladas.

Esta cerveja do tipo Pilsen que possui sabor leve de baixa graduação alcoólica – 4,6%. Uma fatia de limão no gargalo reforça a acidez com suas doses cítricas, fazendo com que a experiência de tomar a Corona se torne especial.

As cervejas com sabor suave apresentam um equilíbrio entre malte, lúpulo e levedura, criando leveza no paladar sem deixar resíduos no retrogosto – ou seja, têm sabor que não perdura na boca.

Curiosidades sobre a Corona

  • Na Espanha a cerveja é vendida sob a marca CORONITA, pois a palavra Corona é marca registrada da família Real Espanhola.
  • Geralmente as garrafas de CORONA são rejeitadas pela indústria da reciclagem por um simples motivo: o rótulo é impresso diretamente no vidro.
  • Além do limão, tem gente que mistura molho Tabasco, molho picante de tomate, sal e pimenta.
  • Encontrei CORONA no México, na beira da praia, a 1 (um) dólar… Aqui no Brasil, o mais barato que encontrei até agora foi por R$4,99 em promoções de supermercado.

 

Saiba porque PILSEN QUE É PILSEN É PURO MALTE >>> CLIQUE AQUI !!!

 


Coloque aqui o seu e-mail e seja um dos primeiro a receber nossas publicações e promoções:


Fontes:

Empório da Cerveja

Veja

O que achou do post?

Inscreva-se e não perca nenhum post!

Coloque aqui o seu e-mail e seja um dos primeiro a receber nossas publicações e promoções.

Parabéns, agora falta mais uma etapa, confirme seu e-mail clicando no link que enviamos para você agora!



Avatar for Thiago Marques

Engenheiro de Produção, consultor de Projetos e Processos, músico do choro e do samba no grupo Bença Vó e a frente da ONG PORQUENAORIO. No mais, é apaixonado por cultura, principalmente em Cultura Cervejeira. É um agregador de boas pessoas; um boêmio por natureza.


Os Boêmios 2016. Degustação complexa do modo simples.

Pin It on Pinterest

Share This