Adriática: a Puro Malte prima da Antártica Original

A Ambev resolveu pesquisar fórmulas antigas, histórias, famílias… e o fruto de tanto estudo foi um presente maravilhoso pra gente. Provei, na última quarta, uma bela Cerveja e tirei uma foto, que está aí por baixo, pra deixar vocês com água na boca. Apresento-lhes a Adriática! Está na mesa, ou melhor, no copo, uma Cerveja com a nossa cara!

 

 

De antemão, digo que essa não será somente mais uma Cerveja nos bares da vida. Pelo que sabemos, não haverá nem propaganda. Isto é, você terá que procurar a Adriática, pois serão somente 5 cidades e somente naqueles botecos com cara de botecos! Serão aproximadamente 500 bares espalhados em poucas cidades.

A graça é beber umas garrafas de Adriática com seus amigos jogando conversa fora. Se quer balada, carnaval, boate, para de ler agora.

 

A Adriática foi feita para pessoas que gostam de conhecer algo novo, explorar novos sabores…

para os desbravadores da vida…

que sentam na mesa do bar e contam suas histórias, dividem experiências únicas com os amigos.

 

Como não havia fórmula registrada, é válido dizer que a fórmula está bem próxima da receita original. A Adriática é Puro Malte, por conta disso, tem uma espuma densa e duradoura. Na boca, um início adocicado pelo malte, e um leve amargor que eu diria ser maior que o da Original e menor que o da Serramalte. Sobre sua cor, tive a mesma percepção, mais escura que a Original e um pouco menos que a Serramalte. Em resumo, o tal do drinkability é excelente! São 4.9% de teor alcoólico. Daquelas que você bebe a noite inteira batendo papo com os amigos. É, foi exatamente isso que eu fiz… Encontrei pelo preço sugerido, entre R$9 e R$11, tal qual às demais premium brands. Mas sem muito me entregar, vamos conhecer um pouco da história da Adriática.

 

Foto: Thiago Marques

Foto: Thiago Marques

Você sabe o que é uma Cerveja Puro Malte??? >>> CLIQUE AQUI !!!

 

Adriática – Como tudo começou

Acredito que podemos começar a narrar essa história a partir da chegada de um nobre alemão ao Estado do Paraná: Henrique Thielen, chegara com seus 9 anos de idade. Com 15, começou a trabalhar na Cevejaria Grossel, que abrira em 1983 uma filial em Ponta Grossa. Já em 1896, ele passa a dirigir a fábrica e 10 anos depois torna-se proprietário e altera o nome para Fábrica Adriática de Cervejas, uma S.A que produzia e vendia cerveja, gelo, águas minerais e malte.

Desde então, Thielen procurou incrementar a fábrica e a produção da Adriática. Trouxe equipamentos da Alemanha que possibilitaram aumentar capacidade de produção da fábrica. Antes produzindo somente Cerveja clara e escura de alta fermentação, conseguiu ainda em 1911, produzir Cerveja com baixa fermentação, instalando máquinas que produziam anualmente 6.000 hectolitros da bebida.  Desta forma, alcançou diversos Estados do Brasil, além de alguns países europeus.

 

 

Construção da grande fábrica de Cerveja Adriática

Heinrich Thielen conseguiu ainda, junto ao governo do prefeito José Bonifácio Guimarães Vilela, licença para a construção da grande fábrica de cerveja Adriática, na Avenida Vicente Machado. Em 2 de julho de 1919 a Companhia Cervejaria Adriática S/A foi constituída, tendo sido publicados os atos de sua constituição no Diário Oficial, do Paraná, de 11 de agosto do mesmo ano, garantindo a expansão de suas atividades. Quando isso ocorreu, a área física ocupada pela indústria era de 3.500 metros quadrados.

A Cervejaria Adriática tornou-se símbolo da industrialização ponta-grossense.

 

Antártica Original e Adriática

Por volta de 1930 temos um marco importante: O surgimento da Cerveja Original, Cerveja que passou a ser a sua marca principal por vários anos. Até que 10 anos depois, a Cervejaria Adriática passou a ser controlada pela Cervejaria Antártica.

-ee

Os Boêmios - Adriática 4


Coloque aqui o seu e-mail e seja um dos primeiro a receber nossas publicações e promoções:


Fonte:

Wikipedia

Papo de bar

Manual do homem moderno

Cerveja e Comida

O que achou do post?

Inscreva-se e não perca nenhum post!

Coloque aqui o seu e-mail e seja um dos primeiro a receber nossas publicações e promoções.

Parabéns, agora falta mais uma etapa, confirme seu e-mail clicando no link que enviamos para você agora!



Avatar for Thiago Marques

Engenheiro de Produção, consultor de Projetos e Processos, músico do choro e do samba no grupo Bença Vó e a frente da ONG PORQUENAORIO. No mais, é apaixonado por cultura, principalmente em Cultura Cervejeira. É um agregador de boas pessoas; um boêmio por natureza.


Os Boêmios 2016. Degustação complexa do modo simples.

Pin It on Pinterest

Share This